Gustavo Valério

O Poeta Soturno

✑ Mais Uma Dor

noiva numa casa abandonada

Mais uma dor que chega, chega e fica
trepidando no peito amargurado
despedaçando o amor desperdiçado
dentro do coração que petrifica.

É um raio que nada significa
nesse círculo atroz agalopado;
é viagem pelo tempo tresloucado
que nos mata, nos sangra e estratifica!

E essa dor que chegou amordaçando
o breve sonhador que soluçando
acorda em choro e pranto alucinado

Vai no seu peito preto congelando
as sensações que outrora memorando
o tornara capaz de ser alado!

Gustavo VS Ferreira
08/06/2019

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *