Gustavo Valério

O Poeta Soturno

✑ Poeta & Presa

O tempo apressado
está me matando
torna-me cansado
deixa-me arrastando

meu osso pesado
(esqueleto arfando).
No sonho acordado
eu só sonho andando.

Ó tempo estressado
ei-me fracassado
aqui, arquitetando...

'tou sendo cassado,
e sendo caçado
vou me torturando...

Gustavo V.S Ferreira
23/09/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *