Gustavo Valério

O Poeta Soturno

✑ Modelo Inconsciente

manequim deitado na calçada movimentada
Todo o céu está sangrento
chove sangue nos humanos...
São tempos diluvianos...
É preciso engajamento...

O ácido tornou-se vento,
negros são caucasianos,
e os brancos são africanos...
Falta-nos conhecimento...

Somos todos levianos
destruindo os belos planos,
nesse modelo avarento...

Seremos menos insanos
na hipocrisia dos anos
buscando empoderamento?

Gustavo V.S Ferreira
01/09/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *