Gustavo Valério

O Poeta Soturno

✑ Hoje não tem Poesia

homem 
preocupado com as mãos na cabeça em frente ao notebook
Hoje não tem poesia
pois ela morreu aqui.
Hoje não tem alegria
pois eu, mui triste, caí.

Cresceu a monotonia
e eu, fraco, diminuí...
Ela, uma rosa, sorria
e eu, pasmo, retribuí...

Hoje não tem poesia
pois ela já não sorri
e a vida ficou vazia.

Por isso eu já concluí
que a saudade é antologia
das lembranças que eu senti...

Gustavo V.S Ferreira
31/08/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *