Gustavo Valério

O Poeta Soturno

✑ Achismo

Na neblina, o saber é imaginário
promove o asco, o verme relutante
na acidez cavernosa repugnante
do cérebro aprendiz hereditário...

Tão certo do saber mais arbitrário
'té acredita ser preponderante
por isso não tem espaço restante
para aprender mais do extraordinário.

E grita, mente, inventa e inda ofegante
perde a razão, mas acha isso elegante
pois o seu conhecimento é binário.

Digo-te uma coisa, ó vil ignorante:
A sua opinião não é importante
quando há fatos que dizem o contrário.

Gustavo V.S Ferreira
22/08/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *