Gustavo Valério

O Poeta Soturno

✑ Tempos Lilithianos

Estamos em tempos lilithianos.
Tempos sombrios, amargos e densos
onde os tormentos são bem mais intensos
e arrastam-se por entre os longos anos.

A lua nasce sem meridianos
e morre devagar; sonhos suspensos
e vazios, com horrores apensos
amedrontam até sumerianos.

Adúlteros morrem em seus pretensos,
violentos não serão mais infensos
e não causarão nenhum mal, nem danos.

Aqueles que são oprimidos, tensos
na dor da vingança estarão propensos
a eternizar tempos lilithianos.

Gustavo V.S Ferreira
21/05/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *